Pegação Gay

Tópicos com locais de pegação esta restrito apenas para membros, se registrem para ter acesso ao restante do fórum!

Você não está autenticado.

Anúncio

#1 29-12-2016 01:24:25

Souza
Membro
Registrado: 29-12-2016
Mensagens: 6

Safado da moto.

Onde eu moro vivem muitos caras "héteros" que curtem no sigilo, nunca sai com nenhum daqui, pois sempre tive medo de que alguém soubesse, mas um dia, voltando da rua, a uns 100 metros pra chegar em casa, veio um cara na minha direção de moto, normalmente eu não encaro, mas estava com tanto tesão naquele dia que acabei não resistindo. Quando ele começou a se aproximar de moto, já comecei a encara-lo, percebi que ele estava com um olhar safado e continuei encarando. Dai ele passou por mim e eu dei uma olhadinha pra trás e vi que ele também havia olhado. De longe ouvia sua moto acelerar bastante, sabia que ele voltaria, meu estomago gelou. Quando cheguei ao meu portão,ele já tinha dado a volta no quarteirão e ele ficou a uma certa distancia em frente ao meu portão, pelas frechas que a no meu portão, vi ele fazendo gestos para mim, de como queria entrar, como não entendia ele veio até o meu portão e pediu para entrar, tinhas alguns caras por perto, então disse que naquele dia não daria e ele se foi. Uma hora depois ele voltou e ficou em frente ao meu portão de banho tomado e com outra roupa, mas havia muitos caras da minha rua ali, então seria impossivel que ele entrasse.Não acreditava que não ficaria com ele, mas ele me deixou louco e meu tesão nele só aumentava e a minha imaginação já trabalhava. Ele era moreno bronzeado, estilo cafuçu gostoso aparentava uns 23 anos. Depois desse dia ele vinha ao meu portão várias vezes, mas nunca dava porque, ou tinha gente com ele, ou gente na minha casa. Mas um dia voltando de uma foda, era umas 11 da noite, na entrada da minha rua ele passa de moto, e me chama para ir pra casa dele, parecia até que tinhamos marcado. Ele cheio de medo que nos vissem, mesmo já tendo dado meu cuzinho naquele dia, não poderia perder essa oportunidade, então subi na garupa da moto e em menos de 5 minutos chegamos na casa dele. Entramos no sapatinho pois a mãe e o irmão dele estavam em casa, nem acreditava que aquilo estava acontecendo. Fomos para o quarto dele e ele foi jogar uma água no corpo. Estava nervoso, mas meu tesão começou a subir só de pesar o quanto ele me desejava. Então ele voltou do banheiro e já começou a me beijar, louco de tesão, seu pau já estava duro e o meu também, como não tínhamos muito tempo, comecei jogando ele na cama e caindo de boca naquela piroca morena da cabecinha rosa, grossa de uns 19 centímetros. Engoli a pica com vontade, parecia que nem tinha trepado aquele dia de tanta vontade que chupava, ele gemeu de tesão. Depois de um tempo ele me puxou e me colocou de quatro na cama e começou a chupar meu cuzinho, passava a lingua bem devagar me deixando louco e roçando a barba e me punhetava ao mesmo tempo. Então depois de me deixar no ponto ele me colocou de bruços e começou a meter a piroca com capa em mim bem devagar, e eu já delirava, então de repente começou a socar forte, eu gemia baixinho porque não podia fazer barulho mas queria gritar, a cada estocada e tinha vontade de gozar, tinha encaixado certinho. Toda aquela espera estava valendo a pena, todo o tesão acumulado pensando como seria, estava sendo melhor do que eu havia criado na minha cabeça. Ele ficou socando meia hora no meu cuzinho até que eu gozei e ele gozou logo em seguida na minha boca porque eu pedi, ele me disse que estava querendo a muito tempo, e eu disse o mesmo pra ele. Então eu disse que tinha que ir, sai no sapatinho, pra ninguém ver. Fui andando pra casa satisfeito por ter realizado aquela fantasia.  / Isso é um relato verdadeiro /

Última edição por Souza (29-12-2016 01:37:47)

Offline

Rodapé do site